SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue2LEAF LITTER DECOMPOSITION AND SOIL RESPIRATION IN A REMNANT OF THE CAATINGA IN THE STATE OF PARAÍBAEUGLOSSINE BEES (HYMENOPTERA: APIDAE) ASSOCIATED WITH EUCALYPTUS MONOCULTURE IN CERRADO, MATO GROSSO author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Árvore

Print version ISSN 0100-6762On-line version ISSN 1806-9088

Abstract

QUARESMA, Adriano Costa  and  JARDIM, Mário Augusto Gonçalves. FORMAÇÕES FLORESTAIS DE RESTINGA E RELAÇÕES ECOLÓGICAS COM LIANAS. Rev. Árvore [online]. 2015, vol.39, n.2, pp.255-261. ISSN 1806-9088.  https://doi.org/10.1590/0100-67622015000200005.

Objetivou-se conhecer a composição florística das lianas em duas formações florestais do litoral amazônico paraense. O estudo foi realizado na APA Algodoal-Maiandeua, no Município de Maracanã, Pará, onde foram demarcadas duas parcelas de 50 x 50 m na floresta seca e duas parcelas na floresta inundável. Para análise da composição, riqueza e diversidade, foram identificadas e quantificadas todas as espécies, enquanto para verificar a diferença entre as comunidades de trepadeiras foram sorteadas aleatoriamente 80 árvores-suporte em cada formação florestal e utilizada uma análise de MDS. A diversidade foi verificada pelos índices de Shannon-Weaver (H’) e o inverso, pelo índice de Simpson (1/D). Nas duas formações foram registrados 177 indivíduos, em 15 famílias, 21 gêneros e 27 espécies. Dilleniaceae foi a família com o maior número de espécies e Smilax syphilitica Humb. & Bonpl. ex Willd. e Odontadenia nitida (Vahl) Müll. Arg., com o maior número de indivíduos na floresta seca e na floresta inundável, respectivamente. A análise de MDS não separou as florestas de acordo com a composição florística das lianas. A diversidade na floresta inundável foi de H’ = 1,08 e 1/D = 8,3 e na floresta seca, de H’ = 0,98 e 1/D = 7,2. As formações florestais analisadas não apresentaram diferenças significativas quanto à diversidade, riqueza e composição de lianas.

Keywords : Diversidade; Riqueza; Litoral amazônico.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )