SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número1Quantificação de catequinas e cafeína do chá verde (Camellia sinensis) infusão, extrato e bebida prontaPerfil volátil e alterações físicas, químicas e bioquímicas na melancia minimamente processada durante o armazenamento índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Food Science and Technology

versão impressa ISSN 0101-2061

Resumo

MILLEZI, Alessandra Farias et al. Propriedades antibacterianas in vitro de óleos essenciais de thymus vulgaris, cymbopogon citratus e laurus nobilis contra cinco importantes bactérias patogênicas veiculadas por alimentos. Ciênc. Tecnol. Aliment. [online]. 2012, vol.32, n.1, pp.167-172.  Epub 24-Fev-2012. ISSN 0101-2061.  https://doi.org/10.1590/S0101-20612012005000021.

Diversos óleos essenciais de plantas condimentares e medicinais possuem atividade antimicrobiana comprovada, sendo de grande interesse para a indústria de alimentos. Dessa forma, as Concentrações Mínimas Inibitórias (CMI) desses óleos para diversas bactérias devem ser determinadas. As CMI variam de acordo com o óleo utilizado, dos compostos majoritários e da fisiologia da bactéria em estudo. Na presente pesquisa, os óleos essenciais das plantas Thymus vulgaris (tomilho), Cymbopogon citratus (capim-limão) e Laurus nobilis (louro) foram quantificados quimicamente e determinou-se a CMI sobre as bactérias Staphylococcus aureus ATCC 25923, Escherichia. coli ATCC 25922, Listeria monocytogenes ATCC 19117, Salmonella entérica Enteritidis S64 e Pseudomonas aeruginosa ATCC 27853. O óleo essencial de C. citratus demonstrou atividade bacteriana em todas as concentrações testadas e sobre todas as bactérias, sendo seus constituintes majoritários o geranial e neral. O constituinte majoritário de T. vulgaris foi 1,8 cineol e do óleo de L. nobilis, que apresentou menor atividade antibacteriana, foi o linalool, seguido pelo 1,8 cineol. As bactérias Gram-negativas demostraram maior resistência perante o uso dos óleos essenciais testados neste estudo, E. coli foi a menos sensível, sendo inibida apenas pelos óleos de C. citratus e L. nobilis.

Palavras-chave : antimicrobianos naturais; microrganismos; patógeno alimentar.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons