SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número77Espaços educativos impulsionadores da educação ambientalA função social da educação ambiental nas práticas colaborativas: participação e engajamento índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos CEDES

versão impressa ISSN 0101-3262versão On-line ISSN 1678-7110

Resumo

GUIMARAES, Mauro; SOARES, Ana Maria Dantas; CARVALHO, Néri Andréia Olabarriaga  e  BARRETO, Marcos Pinheiro. Educadores ambientais nas escolas: as redes como estratégia. Cad. CEDES [online]. 2009, vol.29, n.77, pp.49-62. ISSN 1678-7110.  https://doi.org/10.1590/S0101-32622009000100004.

A emergência da crise socioambiental aponta a educação ambiental para enfrentamento deste problema. A escola, vista pela sociedade como locus para a sua realização, é cenário de educadores que movimentam, ainda que em minoria, iniciativas contra-hegemônicas para inserir a educação ambiental na agenda escolar. Esta crise manifesta a crise civilizatória de um modelo de sociedade e sua racionalidade hegemônica. A escola não é deslocada da sociedade e vive esta crise de paradigmas. A participação em redes de educação ambiental é uma estratégia com potencial de romper o isolamento destes educadores em suas escolas, tornando-os partícipes de um movimento coletivo; de propiciar interconexão da realidade local contextualizada numa perspectiva ampliada; e de vivenciar um ambiente educativo para a formação contínua. Este artigo apresenta a esses educadores as redes como um ambiente para a práxis comprometida com a educação ambiental crítica.

Palavras-chave : Educação ambiental crítica; Cotidiano escolar; Redes de educadores.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons