SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42Avaliação do índice de fadiga muscular de flexores e extensores de joelho em indivíduos ativos e sedentáriosAvaliação educacional: currículos de formação de professores em educação física na América Latina índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências do Esporte

versão impressa ISSN 0101-3289versão On-line ISSN 2179-3255

Resumo

NASCIMENTO, Matheus A. do et al. Hydration status, sweating rate, heart rate and perceived exertion after running sessions in different relative humidity conditions: a randomized controlled trial. Rev. Bras. Ciênc. Esporte [online]. 2020, vol.42, e2009.  Epub 15-Maio-2020. ISSN 2179-3255.  https://doi.org/10.1016/j.rbce.2018.10.003.

Analisar o impacto da corrida em diferentes humidade relativa (HR) (normal (53%), muito alto (94%)), estado de hidratação (EH), taxa de transpiração (TT), freqüência cardíaca (FC), esforço percebido (RPE). Quatorze homens (25,2 anos) realizaram duas sessões de corrida em esteira. Massa corporal (HR normal: -1,35%, HR muito alta: -1,65%) e EH reduziram (HR normal: -14,8%, HR muito alta: -20,8%), RPE (HR normal: + 26%, HR muito alta: + 28%), aumento da FC (HR muito alta: + 5.8%: 20-40 min, + 3.1%: 40-60 min, HR normal: + 3%: 20-40 min; + 2.3%: 40-60 min). TT foi significantemente diferente entre HR (HR normal: -14.8%, HR muito alta: -20.8%). Há um impacto negativo na corrida em EH, massa corporal, FC e RPE em homens com HR normal e muito alta, e TT é mais afetada com HR muito alta.

Palavras-chave : Desidratação; Exercícios aeróbicos; Esforço fisiológico; Esforço percebido.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )