SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número2Um estudo dos relatos afetivos subjetivos a estímulos do International Affective Picture System em uma amostra geriátrica brasileiraDepressão em mulheres climatéricas: análise de mulheres atendidas ambulatorialmente em um hospital universitário no Maranhão índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul

versão impressa ISSN 0101-8108

Resumo

SARDINHA, Aline; NARDI, Antonio Egidio  e  EIFERT, Georg H.. Tradução e adaptação transcultural da versão brasileira do Questionário de Ansiedade Cardíaca. Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul [online]. 2008, vol.30, n.2, pp.139-149. ISSN 0101-8108.  https://doi.org/10.1590/S0101-81082008000300010.

INTRODUÇÃO: É crescente a produção científica brasileira na adaptação de instrumentos internacionais para avaliar ansiedade. A tradução e adaptação transcultural de escalas é um primeiro passo na obtenção de instrumentos válidos que permitam a comparação de diferentes populações. O objetivo do presente estudo foi traduzir e avaliar a equivalência semântica do Cardiac Anxiety Questionnaire, realizando um estudo piloto na população brasileira de diferentes níveis de escolaridade. MÉTODO: O processo de adaptação transcultural envolveu duas traduções e retrotraduções realizadas por avaliadores independentes, avaliação das versões e elaboração de uma versão síntese. Também examinamos os comentários dos participantes sobre a versão preliminar do questionário, os quais foram usados no desenvolvimento da versão final. RESULTADOS: Para cada item do instrumento, apresentam-se os resultados das quatro etapas. Os participantes com maior grau de escolaridade não apresentaram dificuldades na compreensão do instrumento, tendo apenas apresentado sugestões controversas acerca do item 5. Entretanto, os participantes apenas com escolaridade em nível fundamental relataram dificuldades com os itens 2, 4, 6, 7, 10, 11 e 14. Algumas alterações semânticas foram realizadas com o intuito de facilitar a compreensão do instrumento. CONCLUSÃO: A utilização de duas versões de tradução e retrotradução, discussão sobre a versão síntese e a interlocução com a população-alvo proporcionaram maior segurança ao processo de equivalência semântica da versão final brasileira.

Palavras-chave : Estudos de validação; astenia neurocirculatória; coronariopatia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons