SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue1Complications of stomas in colorectal cancer: review of 21 complications in 276 stomas carried out in 870 patients with colorectal cancerPrevalence of precursory lesions of cancer in HIV positive, individuals assisted at Fundação de Medicina Tropical do Amazonas, initial experience in Manaus author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Coloproctologia

On-line version ISSN 0101-9880

Abstract

MUSSNICH, Heloisa Guedes et al. Fatores prognósticos e sobrevida no adenocarcinoma primário de reto. Rev bras. colo-proctol. [online]. 2008, vol.28, n.1, pp.62-71. ISSN 0101-9880.  https://doi.org/10.1590/S0101-98802008000100009.

OBJETIVO: Avaliar a sobrevida e fatores clínico-patológicos relacionados ao adenocarcinoma de reto. METODOLOGIA: Foram revisados 112 prontuários de pacientes com adenocarcinoma de reto quanto a: idade, sexo, antígeno carcino-embriônico, curabilidade da cirurgia, seguimento, recidiva, sobrevida e histopatologia do tumor. Para análise da sobrevida, utilizou-se o método de Kaplan-Meyer. Nas análises bivariada e estratificada, P <0,05 foi significativo. No modelo multivariado, utilizou-se um IC de 90%. RESULTADOS: O seguimento mediano foi de 35,27 meses (14,5 - 57,63). A sobrevida em 5 anos foi de 51%. Sessenta e quatro pacientes (57%) apresentaram recidiva; 45 (40%) faleceram da neoplasia; 68% dos tumores estendiam-se até os tecidos perirretais; e 67 pacientes tinham linfonodos positivos (30% em cada, N1 e N2). Quatorze pacientes eram estágio D; 55, C1 e C2; 15, B2; e 28, B1 e A. O risco de óbito aumentou entre os casos com: estágios avançados, tumores mais invasivos e menos diferenciados, envolvimento linfonodal (N2>N1) e recidiva. A classificação de Dukes e a diferenciação tumoral foram fatores prognósticos independentes, bem como a penetração do tumor na parede retal e o comprometimento linfonodal, quando excluída a classificação histopatológica. CONCLUSÃO: Além da diferenciação tumoral, os fatores prognósticos identificados correspondem aos níveis dos sistemas de estadiamento vigentes.

Keywords : Adenocarcinoma de reto; fatores prognósticos; classificação histopatológica; recidiva; sobrevida.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License