SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número2Crescimento, produtividade, acúmulo, exportação de nutrientes e soma térmica de abobrinha italianaResfriamento artificial em bulbos de cebola armazenados em silos verticais de alvenaria índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536versão On-line ISSN 1806-9991

Resumo

CARDOSO, Antonio Ismael Inácio et al. Fontes de fósforo associadas ao composto orgânico na produção de brócolis e atributos químicos do solo. Hortic. Bras. [online]. 2019, vol.37, n.2, pp.228-233.  Epub 18-Jul-2019. ISSN 1806-9991.  https://doi.org/10.1590/s0102-053620190215.

O fósforo é um recurso natural finito e o uso de fontes fosfatadas de liberação gradual associado ao composto orgânico pode favorecer o uso mais racional, devido à matéria orgânica proteger esse nutriente da fixação no solo. Dessa forma, objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito de fontes de fósforo associadas à aplicação de composto orgânico no plantio, sobre a produção de brócolis do tipo inflorescência única e as características químicas do solo ao final do ciclo. Foram avaliados oito tratamentos, em esquema fatorial 4 x 2, sendo quatro fontes de fósforo [termofosfato (TM), fosfato natural (NP), fosfato natural reativo (RNP) e superfosfato triplo (TSP)]; na presença (55 t ha-1) e ausência de composto orgânico Visafértil® no plantio, no delineamento em blocos ao acaso, com quatro repetições. A fonte TSP resultou em maiores teores de P. Na ausência do composto orgânico, a fonte TM resultou em maior pH e teores de MO, Ca, Mg, SB e V%. Na presença do composto orgânico a fonte NP proporcionou maiores teores de MO e K. A adição de composto orgânico aumentou o pH e resultou em maiores teores de P, K, Ca, SB, CTC e V%. A presença de composto orgânico resultou em maior produtividade para as fontes TM, NP e TSP. Dentre as fontes, o TSP proporcionou maior produtividade tanto na presença como na ausência do composto orgânico, sendo que a fonte NP foi a única que não diferiu do TSP para a massa fresca da inflorescência e produtividade tanto na presença como na ausência de composto orgânico. Conclui-se que as melhores fontes de fósforo foram o TSP e o NP, associados à aplicação de composto orgânico.

Palavras-chave : Brassica oleracea var. italica; adubação fosfatada; matéria orgânica; produtividade.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )