SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.63 número6Perfis clínico e hematológico de camundongos submetidos ao envenenamento escorpiônico experimental por Tityus fasciolatusEcoDopplercardiografia em coelhos: uso de midazolam e midazolam associado à cetamina índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

versão impressa ISSN 0102-0935

Resumo

OLIVEIRA, P.G.G. et al. Uso de células mononucleares da medula óssea no tratamento de tendinites induzidas experimentalmente em equinos. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. [online]. 2011, vol.63, n.6, pp.1391-1398. ISSN 0102-0935.  https://doi.org/10.1590/S0102-09352011000600016.

Foram induzidas lesões no tendão flexor digital superficial (TFDS) de ambos os membros anteriores de seis equinos, seguidas de implante autólogo de células da fração mononuclear de medula óssea em apenas um membro de cada animal. Os animais foram avaliados por parâmetros clínicos, ultrassonográficos, histopatológico e imunoistoquímico. Paralelamente, realizou-se o cultivo de novas amostras para a caracterização das células utilizando-se marcadores CD34 e CD45 por meio da citometria de fluxo, confirmando a presença de células mesenquimais na fração mononuclear. A caracterização das fibras colágenas tipo I e tipo III no tecido neoformado mostrou melhora na qualidade da cicatrização tendínea dos membros tratados. A terapia com implante autólogo das células da fração mononuclear melhorou a organização tecidual e a sua qualidade, apresentando maior expressão significativa para colágeno tipo I.

Palavras-chave : equino; célula-tronco; fração mononuclear; medula óssea; tendão.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons