SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número1A politização das migrações internacionais: direitos humanos e soberania nacionalContraceptivo de emergência no Chile: estruturação da sua demanda em função das variáveis socioeconômicas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Estudos de População

versão impressa ISSN 0102-3098

Resumo

GARCIA, Ricardo Alexandrino. Estimativas dos emigrantes internacionais do Brasil entre 1995 e 2000: uma aplicação do método das razões intercensitárias de sobrevivência. Rev. bras. estud. popul. [online]. 2013, vol.30, n.1, pp.99-123. ISSN 0102-3098.  https://doi.org/10.1590/S0102-30982013000100006.

Dada à ausência de dados sobre movimentos populacionais no espaço e no tempo, há muito os demógrafos e estudiosos de população lançam mão de técnicas indiretas para a mensuração de saldos migratórios. Os últimos censos demográficos brasileiros contêm um notável conjunto de dados sobre movimentos populacionais que, se adequadamente trabalhados, podem proporcionar estimativas sobre importantes aspectos dos fluxos migratórios. Por outro lado, dados não diretamente ligados à migração, manipulados a partir de técnicas indiretas, permitem chegar à estimação de saldos migratórios. A geração de estimativas de fluxos migratórios internos e, mais recentemente, internacionais, por meio da combinação de técnicas diretas e indiretas, representa um desafio metodológico que vem sendo enfrentado por alguns demógrafos dedicados aos estudos de migração. Poucos estudos, contudo, têm se destinado ao desenvolvimento e aperfeiçoamento de métodos e técnicas direcionados à estimação de categorias analíticas, tais como saldos migratórios intercensitários, migração de retorno, migração por etapas, migração de passagem e emigração internacional. O principal objetivo deste trabalho é, portanto, oferecer estimativas da emigração internacional de brasileiros por sexo, idade e unidades da federação, referentes à segunda metade da última década do século por meio da técnica das Razões Intercensitárias de Sobrevivência (RIS).

Palavras-chave : Migração internacional; Técnicas indiretas de migração; Brasil.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons