SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue3Variation in plant defenses of Didymopanax vinosum (Cham. & Schltdl.) Seem. (Apiaceae) across a vegetation gradient in a Brazilian cerradoWood structural quantitative variation of the Terminalia ivorensis A. Chev., Combretaceae author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Botanica Brasilica

Print version ISSN 0102-3306On-line version ISSN 1677-941X

Abstract

BIANCHINI, Edmilson; POPOLO, Raquel Silveira; DIAS, Marilda Carvalho  and  PIMENTA, José Antonio. Diversidade e estrutura de espécies arbóreas em área alagável do município de Londrina, Sul do Brasil. Acta Bot. Bras. [online]. 2003, vol.17, n.3, pp.405-419. ISSN 1677-941X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-33062003000300008.

Um levantamento fitossociológico em área alagável do Parque Estadual Mata dos Godoy, Londrina, PR, sul do Brasil (23°27'S e 51º15'W) determinou a diversidade e a estrutura das espécies arbóreas. O levantamento foi realizado em 0,5ha utilizando-se 50 parcelas de 10m×10m, tendo-se como critério de inclusão o perímetro mínimo a altura do peito de 15cm. Para cada espécie foram calculadas a densidade, a freqüência e a dominância. Foram amostrados 912 indivíduos vivos e 58 mortos em pé. Os indivíduos vivos se distribuíram em 26 famílias, 49 gêneros e 64 espécies, e o índice de diversidade de Shannon (3,44) foi menor que de outras áreas do Parque. Leguminosae e Myrtaceae apresentaram o maior número de espécies, enquanto que Nectandra megapotamica (Spreng.) Mez, Chrysophyllum gonocarpum (Mart. & Eichler), Actinostemon concolor (Spreng.) Müll. Arg., Ruprechtia laxiflora Meisn. e Trichilia catigua A. Juss. apresentaram os maiores valores de importância neste ambiente. O alagamento está relacionado com a menor diversidade e com a estrutura da área, onde as espécies com estratégias mais eficientes tornam-se dominantes e caracterizam esta comunidade.

Keywords : áreas alagáveis; classes de tamanho; riqueza de espécies; fitossociologia; sul do Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License