SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue3Tolerance of Himatanthus sucuuba Wood. (Apocynaceae) to the flooding regime in the Central AmazonianCleistogamy in Ruellia menthoides (Nees) Hiern and R. brevifolia (Pohl) C. Ezcurra (Acanthaceae) in a forest fragment of Southeastern Brazilian author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Botanica Brasilica

Print version ISSN 0102-3306On-line version ISSN 1677-941X

Abstract

GUARINO, Ernestino de Souza Gomes  and  WALTER, Bruno Machado Teles. Fitossociologia de dois trechos inundáveis de Matas de Galeria no Distrito Federal, Brasil. Acta Bot. Bras. [online]. 2005, vol.19, n.3, pp.431-442. ISSN 1677-941X.  https://doi.org/10.1590/S0102-33062005000300003.

As Matas de Galeria do bioma Cerrado possuem peculiaridades fisionômicas e florísticas que permitem separá-las em dois subtipos: "não-inundável", quando em solos bem drenados; e "inundável", o subtipo menos estudado, em solos mal drenados. O presente trabalho objetivou caracterizar estrutural e floristicamente dois trechos inundáveis das matas dos córregos Acampamento (15°35'S; 48°10'W) e Riacho Fundo (15°55'S; 48°02'W) no Distrito Federal (DF). Para isso foi alocada em cada Mata uma grade de 160×50 m (0,8 ha), composta por 40 parcelas de 10×20 m (200 m2). Todos os indivíduos com diâmetro a 1,30 m da altura do solo (DAP > 3,0 cm) foram amostrados, incluindo aqueles mortos ainda em pé. Foram amostrados 6.078 indivíduos, sendo 3.030 no trecho do Acampamento (33 famílias, 49 gêneros e 60 espécies) e 3.048 no Riacho Fundo (30 famílias, 41 gêneros, 53 espécies). A área basal e a diversidade (H') calculada para os trechos foram de 47,96 m2/ha e 2,99 nats/ind. (Acampamento), e 41,28 m2/ha e 2,84 nats/ind. (Riacho Fundo), respectivamente. Se comparados com matas anteriormente estudadas no DF os valores de diversidade são baixos, estando na mesma magnitude indicada para as Matas de Brejo (Higrófilas) do sudeste brasileiro. Os índices de similaridade indicaram alta semelhança qualitativa (Sørensen 58,0%) e quantitativa (Morisita 70,6%) entre os trechos estudados, embora uma classificação por TWINSPAN tenha gerado dois grupos distintos, cada qual vinculado a um dos trechos. Os resultados reforçam indicações anteriores de que as Matas de Galeria do DF, ou trechos similares destas, inundáveis ou não, possuem comunidades arbóreas particulares, as quais estão relacionadas à bacia hidrográfica na qual a Mata esta inserida e ao padrão determinante da drenagem do solo.

Keywords : fitossociologia; diversidade; mata de galeria; Riacho Fundo; Acampamento; Distrito Federal.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License