SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número93Trabalho, solidariedade social e economia solidária(Não) Solucionando problemas constitucionais: transconstitucionalismo além de colisões índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Lua Nova: Revista de Cultura e Política

versão impressa ISSN 0102-6445

Resumo

MANZUR, Tânia Maria P. G.. A política externa independente (PEI): antecedentes, apogeu e declínio. Lua Nova [online]. 2014, n.93, pp.169-199. ISSN 0102-6445.  https://doi.org/10.1590/S0102-64452014000300007.

Este artigo analisa o período de 1961 a 1964, quando a sociedade brasileira vivenciou o processo de gestação, desenvolvimento, apogeu e declínio da Política Externa Independente (PEI). Na vigência das presidências de Jânio Quadros e, posteriormente, João Goulart, observa-se expressivo envolvimento da opinião pública com assuntos de política exterior, envolvimento esse que é fruto de um amálgama entre o populismo e o desenvolvimento e a disseminação dos meios de comunicação de massa, bem como ao aumento dos níveis de alfabetização da população brasileira, acompanhado da crescente urbanização. Alimentou-se um debate que evoluiu para embates de opinião sobre a política exterior do país. A paulatina polarização das tendências de opinião foi um dos fatores que contribuíram decisivamente para o golpe de 1964.

Palavras-chave : Política Externa Brasileira; Opinião Pública; Polarização; Golpe de 1964.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons