SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número67Ontologia e gênero: realismo crítico e o método das explicações contrastivasA organização capitalista do trabalho "informal": o caso dos catadores de recicláveis índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 0102-6909versão On-line ISSN 1806-9053

Resumo

MARTINS, Rodrigo Constante. Sociologia da governança francesa das águas. Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2008, vol.23, n.67, pp.83-100. ISSN 1806-9053.  https://doi.org/10.1590/S0102-69092008000200007.

A temática do acesso aos recursos hídricos conquistou grande abrangência científica e política no decorrer das últimas três décadas. A moderna experiência francesa tem se revelado como importante referência na institucionalização de novas práticas gestoras. No Brasil, esta experiência é a base não apenas da constituição dos novos aparatos gestores estaduais, mas também da própria formulação da Política Nacional de Recursos Hídricos. O objetivo deste artigo é apresentar uma interpretação sociológica sobre a construção do atual modelo francês de governança das águas. O autor busca reconstituir as disputas sociais mais relevantes envolvidas na tecnocracia de administração das águas no período de formulação do novo aparato gestor. Para tanto, será resgatada a trama sociopolítica que envolveu agentes, grupos e instituições sociais na definição do novo marco regulatório.

Palavras-chave : Sociedade e recursos hídricos; Burocracia e gestão ambiental; Regulação ambiental; Gestão de águas.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons