SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue1Extinct promise or promise in state of flow: continuity and discontinuity of the contemporary old peoplePsychology in social assistance: transit, crossing author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Psicologia & Sociedade

On-line version ISSN 1807-0310

Abstract

BITTENCOURT, Liliane de Jesus  and  ALMEIDA, Rafaela Andrade. Transtornos alimentares: patologia ou estilo de vida?. Psicol. Soc. [online]. 2013, vol.25, n.1, pp.220-229. ISSN 1807-0310.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822013000100024.

A internet se apresenta como um novo espaço de reconfiguração das relações sociais, por isso jovens com transtornos alimentares vêm utilizando-a como forma de expressão, através das comunidades pró-anorexia e bulimia. Este artigo visa compreender a diferença entre o discurso hegemônico e a crença destas jovens, a partir das teorias antropológicas sobre a influência da cultura na saúde e na doença, da teoria da bioascese e das teorias feministas. Usando a interpretação de sentidos, percebe-se que os transtornos alimentares são considerados estilos de vida, nos quais se busca fugir ao sofrimento através do controle dos corpos e dos desejos. Há uma trama entre controle, poder e dominação, no qual as jovens pleiteiam autonomia e independência, a sociedade define e normatiza seus corpos, e dessa forma, impõem uma dominação, e os profissionais, baseados nos discursos da saúde, intentam ensiná-las como controlá-los, exercendo, de certa forma, um poder sobre o outro.

Keywords : transtornos alimentares; estilo de vida; internet; redes sociais.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License