SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número2Tendência da Temperatura e Precipitação na Península Antártica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Meteorologia

versão impressa ISSN 0102-7786versão On-line ISSN 1982-4351

Resumo

CABRAL, Samuellson Lopes; CAMPOS, José Nilson B.; SILVEIRA, Cleiton da Silva  e  PEREIRA, José Marcelo Rodrigues. O Intervalo de Tempo para uma Máxima Previsiblidade da Precipitação sobre o Semiarido Brasileiro. Rev. bras. meteorol. [online]. 2016, vol.31, n.2, pp.105-113. ISSN 1982-4351.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-778631220130034.

O artigo apresenta uma avaliação do desempenho na previsão climática no alto vale do rio Jaguaribe, Estado do Ceará. A previsão é executada utilizando as condições de fronteira do modelo de circulação global (ECHAM 4.5) ao modelo regional (RAMS 6.0). O modelo simula as chuvas em escala mensal para agregá-las para a estação chuvosa regional (janeiro a junho). Utilizou-se, o Heidke Skill Score (HSS) como métrica da habilidade de previsão. As simulações foram feitas para a estação úmida abrangendo o período de 1979 a 2010. O HSS foi estimado para intervalos de 1, 2, 10, 15, 21, 30, 45, 60, 120 e 180 dias com o objetivo de encontrar o Intervalo de Tempo de Máxima Previsibilidade (ITEMP). Obteve-se uma curva HSS vs. tempo com máximo no ponto HSS = 0,62 e 45 dias. O valor do HSS obtido, 0,62, mostra que a previsão climática mesmo com suas limitações (dados inicial de umidade do solo e parametrizações utilizadas) pode ser uma importante ferramenta para a gestão de estoques de água de reservatórios do semiárido.

Palavras-chave : previsão climática; Heidke Skill Score; operação de reservatório.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )