SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 número2O Link Pós-Político entre Gênero e Mudança Climática: O Caso do Programa de Apoio às Contribuições Determinadas NacionalmenteQuestões de Gênero na Torre do Marfim de RI no Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Contexto Internacional

versão impressa ISSN 0102-8529versão On-line ISSN 1982-0240

Resumo

CARVALHO PINTO, Vânia. Sinalizando Status: EAU e Direitos das Mulheres. Contexto int. [online]. 2019, vol.41, n.2, pp.345-363.  Epub 29-Jul-2019. ISSN 1982-0240.  http://dx.doi.org/10.1590/s0102-8529.2019410200006.

Que as sociedades se deveriam pautar pela igualdade de gênero é um ideal normativo forte ao qual os estados costumam subscrever, nem que seja apenas verbalmente. Os Emirados Árabes Unidos, como um estado altamente globalizado e que aspira a um status superior, não estão excluídos desta dinâmica. Se nas décadas seguintes à independência, obtida em 1971, os direitos das mulheres tinham sido enfatizados como um sinal de progresso do país; hoje o governo dos EAU afirma que aqueles são de tal forma avançados que estão a estabelecer uma nova referência de empoderamento de gênero para a região do Oriente Médio. Além disso, os EAU também proclamaram o objetivo de pertencerem, até 2021, ao grupo dos vinte cinco primeiros países do mundo que são considerados gender-equal. Sugiro que essas proclamações oficiais são parte importante de uma estratégia de sinalização cujo objetivo é advogar, perante uma audiência internacional, que os EAU merecem um status superior àquele que detêm atualmente. Com base na interpretação apresentada por Larson e Svechenko da teoria da identidade social, proponho que a estratégia dos EAU neste quesito pode ser definida em termos de criatividade social. Esta estratégia baseia-se na criação de um novo valor – o padrão Emirati de igualdade de gênero – dentro do grupo dos países árabes. Aquela é operacionalizada através de, por um lado, táticas de ‘ensinar para o teste’ na área da participação política das mulheres, campo este que pode ser regulado facilmente pelo governo; e por outro, no ênfase excessivo atribuído às realizações profissionais de um pequeno grupo de mulheres altamente bem sucedidas. Neste último caso, como os números de emprego feminino são bastante baixos, o governo elege chamar a atenção para mulheres em posições profissionais específicas e não convencionais, como um modo de atribuir maior credibilidade à existência de seu próprio padrão superior de igualdade de gênero na região árabe.

Palavras-chave : Emirados Árabes Unidos; estratégias de busca de status; igualdade de gênero; padrão dos Emirados; sinalização de status, direitos das mulheres.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )