SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número5Efeitos antidepressivos da duloxetina e da amitriptilina no teste do nado forçado em ratosResposta clínica e histológica à indução de peritonite via laparoscopia em ratos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Cirúrgica Brasileira

versão impressa ISSN 0102-8650versão On-line ISSN 1678-2674

Resumo

OLIVEIRA, Wagner Rogério Souza de et al. Efeitos da posição prona e supina na oxigenação e mediador inflamatório na disfunção pulmonar induzida por ácido clorídrico em ratos. Acta Cir. Bras. [online]. 2008, vol.23, n.5, pp.451-455. ISSN 1678-2674.  https://doi.org/10.1590/S0102-86502008000500011.

OBJETIVO: Comparar os efeitos da ventilação mecânica em posição prona versus supina na disfunção pulmonar induzida por ácido clorídrico (HCl). MÉTODOS: Vinte ratos, adultos, Wistar-EPM-1 foram anestesiados e distribuídos aleatoriamente em grupos (n=5 animais por grupo): CS-MV (controle, ventilado mecanicamente em posição supina); CP-MV (controle, ventilado mecanicamente em posição prona); instilação bilateral de HCl e ventilação mecânica em posição supina (HCl+S) ou ventilação em posição prona (HCl+P). Todos os grupos foram submetidos a ventilação mecânica por 180 minutos. As pressões parciais de oxigênio e dióxido de carbono no sangue arterial foram mensuradas nos tempos Injúria ácida (10 minutos após instilação de HCl), e ao final de cada período após lesão por HCl, 60, 120 e 180 minutos sob ventilação mecânica. Ao final do experimento os animais foram eutanasiados, os pulmões retirados para avaliação do peso úmido em relação ao peso seco do pulmão direito e realizamos o lavado broncoalveolar (BAL) para determinação de proteínas totais e o mediador inflamatório TNF-α. RESULTADOS: No grupo HCl+P a pressão parcial de oxigênio, no tempo de 60 minutos, aumentou quando comparada com o grupo HCl+S (128.0±2.9 e 111.0±6.7 mmHg, respectivamente). Os níveis de TNF-α no lavado broncoalveolar não diferiram de maneira estatisticamente significante quando comparamos os grupos HCl+S (513.0±10.6 pg/mL) versus HCl+P (516.0±5.9 pg/mL). CONCLUSÃO: O uso da posição prona melhora a oxigenação, mas não reduz os níveis de BAL após disfunção pulmonar induzida por HCl.

Palavras-chave : Pulmão; Respiração Artificial; Oxigenação; Mediadores da Inflamação; Ratos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons