SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue4Familiar environment and use of alcohol and tobacco among teenagersPhysical inactivity and its association with nutritional status, body image dissatisfaction and sedentary behavior in adolescents of public schools author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Paulista de Pediatria

Print version ISSN 0103-0582On-line version ISSN 1984-0462

Abstract

DEL CIAMPO, Luiz Antonio et al. Prevalência de tabagismo e consumo de bebida alcoólica em mães de lactentes menores de seis meses de idade. Rev. paul. pediatr. [online]. 2009, vol.27, n.4, pp.361-365. ISSN 1984-0462.  https://doi.org/10.1590/S0103-05822009000400003.

OBJETIVO: Conhecer a prevalência de tabagismo e consumo de bebida alcoólica em mães de lactentes menores de seis meses de idade. MÉTODOS: Estudo transversal e descritivo com mães de crianças com idade entre zero e seis meses completos, matriculadas em programas de puericultura das Unidades Básicas de Saúde da cidade de Ribeirão Preto (SP), ligadas aos seis Centros de Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Foi aplicado um questionário em que constavam informações como idade materna, grau de escolaridade, paridade, ocupação, tempo de aleitamento materno exclusivo e complementado, consumo de bebidas alcoólicas e cigarros e existência de algum tabagista no domicílio. RESULTADOS: Foram entrevistadas 504 mulheres; 324 (64,3%) tinham algum contato com cigarro sendo 97 (19,2%) tabagistas ativas, 142 (28,2%) tabagistas passivas e 85 (16,8%) tabagistas ativas e passivas. Dentre as 97 tabagistas ativas, 78 (80,4%) estavam amamentando. Também estavam amamentando 118 (83,1%) das 142 mães tabagistas passivas. Quanto às bebidas alcoólicas, 56 (11,1%) mães responderam que as consumiam e, destas, 45 (80,3%) estavam amamentando. Quinze (26,8%) mães que consumiam bebidas alcoólicas também eram tabagistas. CONCLUSÕES: O estudo encontrou alta prevalência de mães com algum tipo de contato com tabagismo e que consumiam bebidas alcoólicas, sendo imprescindível investir na prevenção dessas práticas nos programas de assistência pré-natal e de puericultura.

Keywords : aleitamento materno; tabagismo; alcoolismo; cuidado da criança; atenção primária à saúde.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License