SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número4Enfrentamento em crianças portuguesas hospitalizadas por câncer: comparação de dois instrumentos de avaliaçãoA produção do conhecimento sobre risco e vulnerabilidade social como sustentação das práticas em políticas públicas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Estudos de Psicologia (Campinas)

versão impressa ISSN 0103-166X

Resumo

NASCIMENTO, Eurípedes Costa do  e  JUSTO, José Sterza. Assistência social e práticas institucionais no atendimento a andarilhos de estrada. Estud. psicol. (Campinas) [online]. 2014, vol.31, n.4, pp.573-582. ISSN 0103-166X.  http://dx.doi.org/10.1590/0103-166X2014000400011.

Os andarilhos de estrada se configuram na contemporaneidade como uma das expressões mais radicais de rompimento com os nichos de fixação social, caminhando a pé pelas rodovias do país e, quando de suas necessidades emergenciais, buscando apoio nas instituições assistenciais. Este artigo visa identificar quais práticas institucionais o serviço social realiza com os andarilhos, segundo os relatos de seus dirigentes. A pesquisa foi realizada em quatro instituições assistenciais no estado de São Paulo, por meio de um roteiro de entrevista semiestruturada. Os resultados indicaram que as práticas institucionais do serviço social em relação aos andarilhos envolvem tecnologias disciplinares de poder e saber, mediante procedimentos e regras que impõem a obediência e a vistoria do seu corpo e pertences. É possível concluir que as práticas do serviço social no atendimento aos andarilhos convertem-se em ferramentas estratégicas de poder no controle de corpos e vidas errantes, visando subordinar tal processo de subjetivação às tecnologias disciplinares.

Palavras-chave : Análise institucional; Andarilhos; Serviço de assistência social.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons