SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 número1Movimentos Sociais Rurais no Brasil: o estado da arte1Avaliação Ex-post de Ato de Concentração na Indústria de Máquinas Agrícolas com o Uso de Séries Temporais1 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Economia e Sociologia Rural

versão impressa ISSN 0103-2003versão On-line ISSN 1806-9479

Resumo

FIUZA-MOURA, Flavio Kaue; NAKATANI-MACEDO, Carina Diane; CAMARA, Marcia Regina Gabardo da  e  SESSO FILHO, Umberto Antonio. Criação e Destruição de Empregos no Setor Primário no Brasil entre 2000 e 2009. Rev. Econ. Sociol. Rural [online]. 2017, vol.55, n.1, pp.137-156. ISSN 1806-9479.  https://doi.org/10.1590/1234-56781806-94790550108.

O objetivo do presente artigo é analisar a variação de emprego no setor primário nos anos 2000-2009 para o Brasil. Utiliza-se a metodologia de insumo­-produto por meio da decomposição estrutural da variação do emprego em efeitos intensidade, tecnologia, estrutura da demanda final, volume da demanda final e efeito total. Os principais resultados mostraram que, no período de análise, houve decréscimo de 773 mil vagas para o setor primário. Conclui-se que os subsetores de agricultura, silvicultura e exploração florestal, e pecuária e pesca foram os principais responsáveis pela queda do emprego por meio do efeito de intensidade. No efeito total, conclui-se que houve aumento significativo de vagas de trabalho nos subsetores de petróleo e gás natural (170%) e minério de ferro (96%); porém, não suficiente para resultar em variação positiva no saldo total, dado que a participação destes setores é pouco expressiva no total de vagas de emprego do setor primário.

Palavras-chave : emprego; insumo-produto..

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )