SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.57 número2Determinantes do custo de oportunidade dos fazendeiros em manterem a reserva legal – os casos paulista e mato-grossenseDo “buraco” ao atrativo turístico: uma sociologia da ressignificação do rural índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Economia e Sociologia Rural

versão impressa ISSN 0103-2003versão On-line ISSN 1806-9479

Resumo

MORAES, Juliana Gomes  e  PIRES, Maria Luiza Lins e Silva. Agricultura familiar e mercados atacadistas: dinâmicas sociais da Central de Comercialização da Agricultura Familiar (Cecaf/Ceasa) em Recife – Pernambuco. Rev. Econ. Sociol. Rural [online]. 2019, vol.57, n.2, pp.309-325.  Epub 15-Jul-2019. ISSN 1806-9479.  https://doi.org/10.1590/1806-9479.2019.181152.

Esta pesquisa analisa as dinâmicas sociais de funcionamento da Central de comercialização da agricultura familiar (Cecaf), no âmbito do Ceasa-PE, considerando a diversidade social, as bases associativas, as estratégias de comercialização e as disputas locais de uso do espaço. Como se configura a dinâmica cotidiana de comercialização na Cecaf e quem são os seus atores são algumas das questões que conduzem este trabalho. Esta pesquisa envolveu uma amostra de 38 entrevistados, entre agricultores comerciantes e gestores. Criada com o propósito de atender exclusivamente agricultores familiares beneficiários do Pronaf, a Cecaf precisou ampliar seu público-alvo, dada a escassez de usuários que atendesse a esse critério, favorecendo a instalação de uma diversidade de atores. Estas experiências de comercialização definem modos de vida e de trabalho alimentados por um aprendizado permanente sobre as estratégias de compra e venda dos produtos e nas relações estabelecidas com fornecedores e clientes. Conhecer “todo mundo”, saber lidar com preços de produtos e com normas formais e informais de utilização das “pedras” são algumas das exigências presentes entre os pesquisados. Finalmente, pôde-se observar que a dinâmica de comercialização instituída no galpão vem reproduzindo mecanismos de dependência e subalternidade entre comerciantes mais capitalizados e os demais atores.

Palavras-chave : Cecaf; Ceasa; agricultura familiar; comercialização.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )