SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 número3A desigual alocação dos recursos do PRONAF: quais fatores determinam a intensidade do programa ao redor do Brasil?Padrões de crescimento econômico dos municípios do MATOPIBA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Economia e Sociologia Rural

versão impressa ISSN 0103-2003versão On-line ISSN 1806-9479

Resumo

MEDEIROS, Monique; CAZELLA, Ademir Antonio; TECCHIO, Andréia  e  MARQUES, Flávia Charão. A constituição de uma novidade organizacional no Sul do Brasil: avanços e limites da participação da agricultura familiar. Rev. Econ. Sociol. Rural [online]. 2020, vol.58, n.3, e209211.  Epub 06-Jul-2020. ISSN 1806-9479.  https://doi.org/10.1590/1806-9479.2020.209211.

As consequências negativas da “modernização” da agricultura têm induzido agricultores familiares, pesquisadores e mediadores sociais a construir ações de desenvolvimento rural que desviam do modelo hegemônico. Neste cenário, as “novidades” ou melhorias nos rearranjos de relações entre sociedade e tecnologia estão ocorrendo constantemente, não desprovidas de limitações. Este artigo discute as potencialidades e limites de processos de construção de uma novidade organizacional no litoral norte do Rio Grande do Sul, Brasil, com foco na participação de grupos de agricultores familiares. A investigação contemplou pesquisas documentais, participação observante e entrevistas semiestruturadas com agricultores familiares e mediadores sociais atuantes na região, realizadas entre meados de 2013 e o primeiro trimestre de 2016. Os resultados alcançados evidenciam que a consolidação da novidade organizacional assegura a reprodução socioeconômica de grupos de agricultores familiares, resgata costumes, fortalece vínculos sociais e reconecta esses agricultores à natureza. Entretanto, ainda que esse novo e desviante processo esteja propiciando transformações significativas na região, a apropriação de novos procedimentos sociotécnicos por apenas alguns grupos sociais faz com que outros, em especial aqueles constituídos por agricultores familiares vulneráveis socioeconomicamente, não participem das ações.

Palavras-chave : produção de novidade; reprodução socioeconômica; apropriação de discursos.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )