SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número1Da mi-carême ao carnabeach: história da(s) micareta(s)Paulo Egídio e a sociologia criminal em São Paulo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Tempo Social

versão impressa ISSN 0103-2070

Resumo

SOUZA, Jessé. Gilberto Freyre e a singularidade cultural brasileira. Tempo soc. [online]. 2000, vol.12, n.1, pp.69-100. ISSN 0103-2070.  https://doi.org/10.1590/S0103-20702000000100005.

O texto procura enfatizar o conteúdo macrossociológico da obra dos anos trinta de Gilberto Freyre. Ao invés dos temas classicamente vinculados à obra de Gilberto Freyre, como a mestiçagem e a história da vida privada, o ponto principal da argumentação é reconstruir o embate entre valores ocidentais da Europa já burguesa, que tomam o país de assalto a partir de 1808, e os valores tradicionais que Freyre chama de orientais para se referir ao conjunto de valores africanos, portugueses e rurais da vida colonial brasileira. Gilberto Freyre desenvolve em Sobrados e mucambos uma historiografia da institucionalização desses novos valores ocidentalizantes que se contrapõe, com vantagens, à versão dominante do Brasil como ainda dominado por valores pessoais e semi-tradicionais.

Palavras-chave : cultura brasileira; cultura ocidental; iberismo; macrossociologia; Gilberto Freyre.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons