SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número46Vagas da modernidade: a Companhia Nacional de Álcalis em Arraial do Cabo (1943-964)Globalização e Estado nas revoluções globais de 1968: Irã, Brasil e Indonésia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Estudos Históricos (Rio de Janeiro)

versão impressa ISSN 0103-2186

Resumo

FURTADO, Diana. A mão e a luva: a China anti-reacionária e a Doutrina Nixon. Estud. hist. (Rio J.) [online]. 2010, vol.23, n.46, pp.344-362. ISSN 0103-2186.  https://doi.org/10.1590/S0103-21862010000200007.

O texto trata da mudança na política estratégica dos EUA em relação à China no final da década de 1960 e inicio da década de 1970. A então política de "contenção e isolamento" dirigida ao país asiático é substituída por outra, que procurava combinar "contenção sem isolamento" com "pressão e persuasão", com o objetivo de promover o engajamento da China à comunidade internacional. Para tanto, EUA e China precisaram superar a oposição de grupos políticos internos contrários à reaproximação, que por isso será permeada por muitos recuos e avanços. Tentamos demonstrar que a mudança americana foi conveniente não só aos EUA, mas sobretudo à China.

Palavras-chave : política externa americana; Doutrina Nixon; relações bilaterais sino-americanas; modernização chinesa.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons