SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número67ENSAIO E INTERPRETAÇÃO DO BRASIL NO MODERNISMO VERDE-AMARELO (1926-1929)AMAR UM AUTOR: OS MARXISTAS NAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS E OS “INTÉRPRETES DO BRASIL” índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Estudos Históricos (Rio de Janeiro)

versão impressa ISSN 0103-2186versão On-line ISSN 2178-1494

Resumo

SZWAKO, José  e  ARAUJO, Ramon. QUANDO NOVOS CONCEITOS ENTRARAM EM CENA: HISTÓRIA INTELECTUAL DO “POPULISMO” E SUA INFLUÊNCIA NA GÊNESE DO DEBATE BRASILEIRO SOBRE MOVIMENTOS SOCIAIS. Estud. hist. (Rio J.) [online]. 2019, vol.32, n.67, pp.469-499.  Epub 05-Set-2019. ISSN 2178-1494.  https://doi.org/10.1590/s2178-14942019000200008.

O texto segue a trajetória da produção de F. Weffort sobre o chamado “populismo” e mostra seus efeitos no debate dos “movimentos sociais urbanos” e também dos “novos personagens em cena” , defendendo uma história intelectual centrada em ideias e nas tensões entre intelectualidade e expectativas políticas. A observação de inflexões e continuidades na tese populista permite chegar a dois resultados. A miríade de conceitos que marcou, em parte, a gênese da discussão brasileira sobre movimentos sociais nasce como crítica e adesão à herança weffortiana. Além disso, o artigo mostra que os novos conceitos não se gestam em algo como um “campo acadêmico”, e sim nascem de inspirações e influências daquele conjunto de intelectuais e das apostas por eles forjadas em seus núcleos na sociedade civil (o Cedec, no caso) ou nas relações com outros atores civis e partidários.

Palavras-chave : História intelectual; Movimentos sociais; Redemocratização.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )