SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número12II Principe e seus contratempos: De Sanctis, Croce e GramsciA densidade conflitiva da república nos Discorsi de Maquiavel índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência Política

versão impressa ISSN 0103-3352

Resumo

SILVA, Ricardo. Da honra ao patrimônio: conflito social e instituições políticas nos Discorsi de Maquiavel. Rev. Bras. Ciênc. Polít. [online]. 2013, n.12, pp.43-66. ISSN 0103-3352.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-33522013000300003.

Uma das mais radicais inovações de Maquiavel na tradição de pensamento político republicano é a tese de que o conflito entre a nobreza e a plebe foi a "causa primeira" da liberdade da antiga república romana. Mas, assim como o conflito social pode causar a liberdade, ele pode também resultar na corrupção e na tirania, exatamente como Maquiavel afirma ter ocorrido em Roma a partir de certo momento. Discuto as relações entre conflito social e instituições políticas em Maquiavel, de modo a indicar as condições que explicam os efeitos positivos e negativos dos conflitos. Por meio do exame da discussão de Maquiavel sobre a Lei Agrária dos irmãos Graco, o paper sugere que o fim dos efeitos virtuosos do conflito social coincide com a mudança de atitude da nobreza frente às novas demandas da plebe. A nobreza abandona a reação institucional e assume uma reação violenta, por meios extraordinários, quando o objeto do conflito se desloca da divisão de honras para a divisão de patrimônio.

Palavras-chave : Maquiavel; conflito social; instituições políticas; liberdade; reconhecimento; redistribuição.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons