SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número29A atuação de grupos de interesse étnicos nos Estados UnidosJudicialização da educação infantil: efeitos da interação entre o Sistema de Justiça e a Administração Pública índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência Política

versão impressa ISSN 0103-3352versão On-line ISSN 2178-4884

Resumo

MENDES, Alessandra Dias  e  CODATO, Adriano. The effectiveness of the parliamentary front on sport in the Brazilian National Congress between the World Cup and the Olympic Games. Rev. Bras. Ciênc. Polít. [online]. 2019, n.29, pp.121-154.  Epub 09-Set-2019. ISSN 2178-4884.  https://doi.org/10.1590/0103-335220192904.

Frentes Parlamentares (FP) são instituições suprapartidárias no Congresso Nacional (CN) que visam exercer influência política sobre políticas relativas a um assunto específico. Embora ainda pouco estudadas, as FP proliferaram e seu número atingiu o pico na 54ª legislatura (2011-2015) com 210 Frentes. Neste artigo, analisamos a eficácia da Frente Parlamentar Mista do Esporte (FPE), que compreende 198 deputados federais (de 513) e 8 senadores (de 81). Como método, combinamos análise prosopográfica de seus membros, análise de rede formada pelas áreas de tomada de decisão, análise de sua influência política na legislação esportiva. Nossos resultados indicam uma rede composta principalmente por partidos de direita e políticos profissionais, o que sugere um forte potencial de influência política. Quatro constructos teóricos, a partir de suas características de perfil, foram correlacionados com a centralidade da rede, o que mostrou que o conhecimento e a especialização política eram fatores cruciais. Encontramos 8 membros centrais, reforçando argumentos da literatura que propunha a existência de um núcleo operatório dentro das FPs. Em relação à influência na formulação da política esportiva, os representantes pertencentes à FPE foram responsáveis por 94 (61%) propostas do total de 246 projetos de lei apresentados no campo do esporte. Mas eles não foram eficazes na aprovação dessas proposições, embora tenham sido mais eficazes que outras FPs. Essa pesquisa propicia uma melhor compreensão da formulação de políticas em arenas políticas complexas, inaugurando um método para estudar a eficácia e a centralidade desse tipo de instituição.

Palavras-chave : política esportiva; frentes parlamentares; influência política; prosopografia; análise de redes.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )