SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número73A sociologia periférica de Guerreiro RamosGuerreiro Ramos interpela a Unesco: ciências sociais, militância e antirracismo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Caderno CRH

versão impressa ISSN 0103-4979versão On-line ISSN 1983-8239

Resumo

BRINGEL, Breno  e  DOMINGUES, José Maurício. Teoria social, extroversão e autonomia: impasses e horizontes da sociologia (semi)periférica contemporânea. Cad. CRH [online]. 2015, vol.28, n.73, pp.59-76. ISSN 1983-8239.  https://doi.org/10.1590/S0103-49792015000100005.

Este artigo analisa a produção de teoria social na periferia em diferentes eras geopolíticas e fases da modernidade, com ênfase especial para a sociologia semi(periférica) contemporânea. Argumenta-se que a agenda de pesquisa atual gira ao redor de um movimento intelectual de crítica destituinte do eurocentrismo e da modernidade, sem conseguir, no entanto, criar formulações teórico-metodológicas sistemáticas, como ocorreu a meados do século XX. Busca-se, portanto, avançar nas bases para a construção de um movimento instituinte mais propositivo a partir de duas direções: por um lado, recuperando a centralidade de campos autônomos e circuitos agregadores que superem a extroversão intelectual; e, por outro, analisando, em diálogo com Guerreiro Ramos, as possibilidades de construção de teoria na (semi)periferia como uma das principais chaves para deslocar, de maneira mais permanente, a hegemonia das teorias dos países centrais e seu uso habitualmente protocolar fora de seu solo original.

Palavras-chave : Teoria Sociológica; Semi(periferia); Modernidade Global; Guerreiro Ramos; Epistemologia.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )