SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número1Uso de combustíveis e emissões de CO2 no Brasil: um modelo inter-regional de insumo-produto índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Nova Economia

versão impressa ISSN 0103-6351versão On-line ISSN 1980-5381

Resumo

FERNANDES, Ana Cristina  e  LIMA, João Policarpo R.. Cluster de serviços: contribuições conceituais com base em evidências do pólo médico do Recife. Nova econ. [online]. 2006, vol.16, n.1, pp.11-47. ISSN 1980-5381.  https://doi.org/10.1590/S0103-63512006000100001.

Analisar o setor terciário sob o enfoque de cluster constitui objeto pouco discutido na literatura. Tal análise consiste num desafio em si próprio, uma vez que o terciário envolve grande variedade de atividades, com especificidades em termos de trajetória e dinâmica de mercado que dificultam a generalização conceitual. O presente artigo pretende contribuir para essa análise, abordando a definição de cluster valendo-se da experiência do agrupamento territorial de empresas do chamado Pólo Médico do Recife. Interessa-nos verificar se os elementos conceituais que dão suporte à idéia de cluster podem também ter aplicação no setor terciário. Para isso, procuramos conciliar diferentes referenciais teóricos - a literatura sobre distritos industriais, transações econômicas e economia de inovação, todas focadas no setor secundário - com as especificidades do setor de serviços de assistência de saúde, objeto de nossa análise.

Palavras-chave : cluster; setor terciário; aglomerações produtivas; pólo médico; Recife.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons