SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número6Dental students' perceptions about the endodontic treatments performed using NiTi rotary instruments and hand stainless steel filesSigns, symptoms, parafunctions and associated factors of parent-reported sleep bruxism in children: a case-control study índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Dental Journal

versão impressa ISSN 0103-6440

Resumo

COLUSSI, Paulo Roberto Grafitti; HAAS, Alex Nogueira; OPPERMANN, Rui Vicente  e  ROSING, Cassiano Kuchenbecker. Factors associated with changes in self-reported dentifrice consumption in a brazilian group from 1996 and 2009. Braz. Dent. J. [online]. 2012, vol.23, n.6, pp.737-745. ISSN 0103-6440.  https://doi.org/10.1590/S0103-64402012000600019.

O objetivo deste estudo foi determinar fatores associados com mudanças no consumo auto-reportado de dentifrício em um grupo populacional urbano ao longo de 13 anos. Este estudo avaliou dois levantamentos de 671 e 688 domicílios selecionados na área urbana de uma cidade do sul do Brasil em 1996 e 2009, respectivamente. A mãe da família respondeu a um questionário estruturado sobre variáveis demográficas, socioeconômicas e comportamentais. O desfecho primário foi obtido questionando "quanto tempo um tubo de dentifrício dura na sua casa?". O ponto de corte de duração foi menor que um mês. Este foi utilizado para determinar alto consumo de dentifrício (ACD). Associações entre ACD e variáveis independentes foram avaliadas por regressão de Poisson multivariada. Houve uma diminuição significativa de 20% (81,2% para 61,2%) na prevalência de ACD entre 1996 e 2009, resultando em um decréscimo anual não ajustado igual a 1,54%. Idade da mãe, renda familiar, assistência odontológica, frequência de escovação da mãe e número de membros no domicílio que escovam os dentes estiveram significativamente associados com ACD independentemente do ano de levantamento. A razão de prevalência (RP) do ACD para ano de levantamento foi 0,75, indicando uma diminuição geral de 25% na probabilidade de ACD entre 1996 para 2009. As probabilidades de ACD também diminuíram ao longo de 13 anos entre os estratos de educação, número de membros da família e razões para escolha do dentifrício. Pode-se concluir que os fatores associados com a diminuição observada foram maior nível educacional da mãe, maior número de membros da família e razões para escolha do dentifrício relacionadas a efeitos preventivo/terapêuticos.

Palavras-chave : dentifrice; trend; risk factors; consumption.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons