SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número3TORACOTOMIA EM BLOCO NO CÃOAVALIAÇÃO DA VARIAÇÃO DE IMUNOGLOBULINA SÉRICA APÓS PLASMOTERAPIA EM POTROS PURO SANGUE DE CORRIDA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478

Resumo

STOBBE, Neusa Saltiél et al. DIAGNÓSTICO DE Anaplasma marginale UTILIZANDO-SE SANGUE COAGULADO PARA A DETERMINAÇÃO DA PARASITEMIA. Cienc. Rural [online]. 1991, vol.21, n.3, pp.405-414. ISSN 0103-8478.  https://doi.org/10.1590/S0103-84781991000300008.

Um bovino esplenectomizado foi inoculado com os agentes da Tristeza Parasitária e observado, durante 40 dias, quanto à temperatura corporal, hematócrito e quadro clínico. Amostras de sangue, com e sem anticoagulante, foram coletadas da jugular nos 8°, 10°, 12°, 22°, 24° e 26° dias pós-inoculação, confeccionando-se lâminas de sangue através das técnicas de Distensão Fina, Distensão de Gota de Coágulo e Esfregaço de Fragmento de Coágulo. O corante de Giemsa puro e diluído foi utilizado para coloração das lâminas. A parasitemia por Anaplasma marginale foi mensurada através de percentagem em todas as lâminas e utilizada para a avaliação do desempenho das técnicas. Os resultados obtidos foram satisfatórios, principalmente quando utilizado o corante diluído, recomendando-se as 3 técnicas para pesquisa de Anaplasma para casos de comprovação de diagnóstico.

Palavras-chave : distensão; gota de coágulo; fragmento de coágulo; giemsa; hemozoários.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons