SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número3Produtividade de grãos e componentes do rendimento da aveia preta (Avena strigosa Schreb.) afetados pela densidade e velocidade de semeaduraAspectos histoquímicos e morfológicos de grãos de café de diferentes qualidades índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478versão On-line ISSN 1678-4596

Resumo

SOUZA, Velci Queiroz de et al. Consistência de dois métodos de análise de estabilidade em batata. Cienc. Rural [online]. 2007, vol.37, n.3, pp.656-661. ISSN 1678-4596.  https://doi.org/10.1590/S0103-84782007000300009.

O objetivo deste trabalho foi comparar a consistência dos métodos bi-segmentado e AMMI (additive main effects and multiplicative interaction analysis) em análise de estabilidade de ensaios de rendimento de batata. Foram utilizados dados de dez genótipos avaliados em 34 ambientes (combinações de local, período de cultivo e ano) do Rio Grande do Sul, Brasil, em 1994 e 1995. Três conjuntos de dados foram analisados: o conjunto de dados dos 34 ambientes e dois sub-conjuntos de dados de 17 ambientes, que foram escolhidos pela divisão aleatória do conjunto total de dados. Para o conjunto de dados dos 34 ambientes, os modelos deram resultados semelhantes quanto aos genótipos estáveis, mas divergiram quanto aos instáveis. Para os subconjuntos de dados de 17 ambientes, o modelo bi-segmentado revelou resultados mais consistentes, tanto entre os subconjuntos quanto entre estes e o conjunto total. Para o modelo AMMI, apenas o genótipo Santo Amor mostrou consistência entre um dos subconjuntos e o conjunto total. Neste trabalho, o método bi-segmentado mostrou-se mais consistente do que o modelo AMMI.

Palavras-chave : Solanum tuberosum; interação G x E; modelo AMMI; método bi-segmentado.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons