SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 número9Temperatura no desenvolvimento e na reprodução de cochonilhas criadas sobre abóboras índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478versão On-line ISSN 1678-4596

Resumo

PERUCH, Luiz Augusto Martins  e  BRUNA, Emílio Della. Relação entre doses de calda bordalesa e de fosfito potássico na intensidade do míldio e na produtividade da videira cv. 'Goethe'. Cienc. Rural [online]. 2008, vol.38, n.9, pp.2413-2418. ISSN 1678-4596.  https://doi.org/10.1590/S0103-84782008000900001.

O míldio da videira, é uma das principais doenças dessa cultura no Sul do Brasil e provoca grandes perdas caso não sejam adotadas medidas de controle. Trabalhos envolvendo diferentes aspectos do patossistema são importantes para redução das perdas provocadas pela doença. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de doses da calda bordalesa e do fosfito potássico no controle do míldio e na produtividade da videira cv. "Goethe" sob condições do Litoral Sul Catarinense, Brasil. Foram testadas as concentrações de 0,0, 0,1, 0,2, 0,4 e 0,8% do fungicida e do adubo foliar em um esquema fatorial de blocos ao acaso com três repetições. As variáveis de área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD), porcentagem de cachos doentes (PCD) e produtividade foram submetidas à análise de variância e de regressão. Diferenças para AACPD e PCD foram verificadas nas doses dos tratamentos. Por outro lado, não houve diferenças na comparação da calda bordalesa com fosfito, nem para as interações entre doses e tratamentos. Doses de 0,4% de calda bordalesa e 0,3% de fosfito controlaram a doença, pois reduziram em 98 e 94% a AACPD, bem como diminuíram em 46 e 76% a incidência nos cachos, respectivamente. Sintomas de fitotoxidez nas plantas foram observados nas doses de 0,8% de calda bordalesa e 0,4% de fosfito. Não foram verificadas diferenças de produtividade para nenhum dos fatores estudados. A calda bordalesa na dose de 0,4% e o fosfito potássico a 0,2% proporcionaram controle adequado do míldio na cv. 'Goethe'.

Palavras-chave : Plasmopara viticola; controle; fitotoxidez; produção.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons