SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número9Suscetibilidade de Trypanosoma evansi à anfotericina BDiagnóstico etiológico de aborto infeccioso bovino por PCR índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478versão On-line ISSN 1678-4596

Resumo

CANISSO, Igor Frederico et al. Alguns aspectos biométricos do aparelho genital externo de jumentos doadores de sêmen da raça Pêga. Cienc. Rural [online]. 2009, vol.39, n.9, pp.2556-2562. ISSN 1678-4596.  https://doi.org/10.1590/S0103-84782009000900027.

O presente estudo foi conduzido com seis jumentos reprodutores da raça Pêga, com peso médio de 272±34,9 (231-326kg), sendo subdivididos em adultos (J1, J2 e J3, média 15 anos) e jovens (J4, J5 e J6, média 3,5 anos). Os reprodutores apresentavam histórico normal de fertilidade à monta natural e, após realização de exame andrológico, foram classificados como aptos à reprodução. Foram realizadas 180 coletas de sêmen. Os reprodutores apresentaram parâmetros seminais considerados normais para a espécie. De agosto/2006 a fevereiro/2007, após a realização do exame andrológico, cada reprodutor foi submetido a três ou quatro mensurações do aparelho genital externo para: comprimento testicular (CT - crânio caudal), altura testicular (AT - dorso ventral), largura testicular (LT - médio lateral) e espessura do funículo (FUN - terço médio). Os dados de biometria testicular foram utilizados para o cálculo do índice testicular (IT) e volume testicular (VT). O IT médio observado foi de 7,4 (5,9 a 9,6), e o VT esquerdo foi de 155,5±14,4mL, enquanto o direito foi de 149,3±14,9. A medida de FUND foi de 25,3±3,3mm (20,3a 30,8mm), e de FUNE foi 24,6±1,5mm (22 a 26mm). Jumentos, mesmo com IT menor do que o proposto para garanhões; se apresentaram mais eficientes que os últimos para a produção espermática. O volume espermático, associado ao IT, pode ser usado como ferramenta auxiliar na estimativa da constatação de normalidade para testículos de jumentos. A mensuração in vivo do funículo espermático pode ser uma nova variante na utilização do exame andrológico de jumentos. Os dados descritos podem servir de valores de referência e valores práticos quanto à biometria do aparelho genital externo de jumentos.

Palavras-chave : biometria; volume; índice testicular.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons