SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue2Digestibility and nitrogen balance of lambs fed sugarcane hydrolyzed under different conditions as roughage in the dietBayesian analysis for carcass traits in Polled Nelore author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Abstract

SILVA, Roberta Abrami Monteiro et al. Associação de ractopamina e vitaminas antioxidantes para suínos em terminação. Cienc. Rural [online]. 2015, vol.45, n.2, pp.311-316. ISSN 0103-8478.  https://doi.org/10.1590/0103-8478cr20140048.

Objetivou-se neste estudo avaliar a inclusão de ractopamina e sua associação com as vitaminas antioxidantes C e E em dietas de suínos em terminação durante 28 dias antes do abate sobre o desempenho, as características de carcaça e a qualidade da carne. Quarenta e oito suínos da linhagem Agroceres PIC (24 machos castrados e 24 fêmeas) foram distribuídos em delineamento experimental de blocos casualizados, em esquema fatorial 3x2, com três dietas: controle; controle + 10ppm de ractopamina; controle + complexo (0,05%) de ractopamina com vitaminas antioxidantes (10ppm de ractopamina + 200mg de vitamina E + 100mg de vitamina C kg-1 de ração) e dois gêneros (machos castrados e fêmeas). Foram avaliados o consumo de ração, o ganho de peso e a conversão alimentar dos animais. Os suínos foram abatidos com peso médio de 100,81±7,81kg. Após o abate, as características de carcaça foram avaliadas e foram coletadas amostras do músculo Longissimus dorsi para a análise da qualidade da carne. Verificou-se diferença (P<0,05) para a conversão alimentar, conformação da carcaça e pH final da carne dos animais que consumiram rações que continham ractopamina. A oxidação da carne foi menor para a dieta com o complexo (ractopamina + vitamina) em relação ao controle (0,10mg kg-1 vs 0,13mg kg-1 TBARS). O marmoreio da carne foi maior (P<0,05) na dieta controle + ractopamina em relação à dieta controle. Os valores de vitamina E no músculo foram mais elevados nos animais que ingeriram as vitaminas antioxidantes (0,23 vs 0,08mg kg-1 vit. E). Conclui-se que a inclusão de ractopamina, associada ou não às vitaminas antioxidantes, promoveu melhora na conversão alimentar e redução da oxidação lipídica da carne

Keywords : ácido ascórbico; agonista beta-adrenérgico; tecido adiposo; tocoferol; ascorbic acid; b-adrenergic agonist; adipose tissue; tocoferol.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )