SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.47 número2Consumo de amêndoa de baru (Dipteryx alata) no tratamento de camundongos com obesidadeEnxertia e espécie de porta-enxerto na propagação de Plinia cauliflora índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Rural

versão On-line ISSN 1678-4596

Resumo

COSTA, Lucas Cavalcante da et al. Vida de vaso e capacidade de reidratação de flores de gladíolo armazenadas a seco em baixa temperatura. Cienc. Rural [online]. 2017, vol.47, n.2, 20160139.  Epub 12-Dez-2016. ISSN 1678-4596.  http://dx.doi.org/10.1590/0103-8478cr20160139.

Normalmente, não é recomendado o condicionamento de hastes de gladíolo em água durante o armazenamento ou transporte. A hidratação das pétalas acelera a abertura das flores, mesmo em baixa temperatura, o que compromete a qualidade no momento da comercialização. No entanto, para essa espécie, ainda não foi estudado o efeito do armazenamento refrigerado prolongado a seco e nem o seu comportamento quando transferida para a água em temperatura ambiente. O presente estudo teve como objetivo avaliar a vida de vaso e a capacidade de reidratação de hastes florais de gladíolo após armazenamento a seco em baixa temperatura ( Gladiolus grandiflora Hort.). As hastes das cultivares Blue Frost, Gold Field, Traderhorn e Jester foram armazenadas a seco em temperatura de 5 ± 1 ºC e umidade relativa de 85% por 12, 24, 36 e 48 horas. As hastes controle permaneceram sempre em água deionizada. Após armazenamento, retornaram a água sob condição de temperatura ambiente (22 ± 1 ºC) e foram avaliadas quanto à vida de vaso (adotando o critério de descarte quando 50% das flores basais apresentaram perda de coloração e murcha), variação da massa de matéria fresca (%), taxa de absorção de água e taxa transpiratória, bem como o teor relativo de água das pétalas (%). Em condições de armazenamento a seco em baixa temperatura, por até 36 horas, a vida de vaso não foi afetada, embora tenha ocorrido reidratação incompleta das flores. A capacidade de reidratação da haste está relacionada com a abertura escalonada das flores ao longo da inflorescência.

Palavras-chave : Gladiolus grandiflora (Hort.); armazenamento a seco; armazenamento refrigerado; vida de vaso; teor relativo de água.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )