SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 número3Análise da adaptabilidade de cultivares de feijão preto por meio de regressão quantílicaProjeto conceitual de máquina para o controle de plantas daninhas pela aplicação de calor índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478versão On-line ISSN 1678-4596

Resumo

ALVES, Guilherme Ferreira et al. Estabilidade do comprimento do hipocótilo de plantas de cultivares de soja por meio de redes neurais e metodologias tradicionais. Cienc. Rural [online]. 2019, vol.49, n.3, e20180300.  Epub 21-Mar-2019. ISSN 1678-4596.  https://doi.org/10.1590/0103-8478cr20180300.

O comprimento do hipocótilo tem-se destacado como potencial descritor da cultura da soja, no entanto, não se tem informação sobre o seu comportamento ao longo de várias épocas de plantio. Diante disto, objetivou-se identificar cultivares de soja com estabilidade e previsibilidade de comportamento quanto ao comprimento do hipocótilo por meio de redes neurais e metodologias tradicionais de adaptabilidade e estabilidade. Analisou-se 16 cultivares de soja em seis épocas de plantio, em condições de casa de vegetação. Em cada época, adotou-se o delineamento em blocos casualizados com quatro repetições, sendo a unidade experimental composta por três plantas e usou-se a média da parcela na análise. Os dados de comprimento de hipocótilo foram analisados por meio da análise de variância e teste de Tukey e, posteriormente, procedeu-se análises por meio do Método Tradicional, Plaisted e Peterson, Wricke, Eberhart e Russell e Redes Neurais Artificiais. Identificou-se efeito significativo (p<0,01 pelo teste F) para Cultivares x Épocas, Épocas e Cultivares. As cultivares BRS810C, BRSMG760SRR, TMG1175RR e BMX Tornado RR apresentaram menores médias, alta estabilidade e adaptabilidade geral quanto ao comprimento do hipocótilo de soja; enquanto que, a cultivar BG4272 apresentou maior média, alta estabilidade e adaptabilidade geral. A identificação de cultivares de soja de comportamento previsível e estável, quanto ao comprimento do hipocótilo, contribui para o Melhoramento da Soja no tocante ao melhor conhecimento do potencial descritor e à possibilidade de incremento do número de descritores.

Palavras-chave : Glycine max, interação genótipos x ambientes, Eberhart e Russell, inteligência artificial; comprimento de hipocótilo.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )