SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 número3Projeto conceitual de máquina para o controle de plantas daninhas pela aplicação de calorDetecção de infecção por Toxoplasma gondii através da hemaglutinação indireta e PCR em javalis (Sus scrofa) de vida livre índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478versão On-line ISSN 1678-4596

Resumo

SOARES, Luciana Maria Curtio et al. Pitiose subcutânea em um felino. Cienc. Rural [online]. 2019, vol.49, n.3, e20180448.  Epub 11-Mar-2019. ISSN 1678-4596.  http://dx.doi.org/10.1590/0103-8478cr20180448.

Pitiose em felinos é uma doença de ocorrência rara associada ao oomiceto Pythium insidiosum. O objetivo deste relato é descrever as características macroscópicas, histopatológicas e moleculares da infecção por P. insidiosum em um gato de dois anos de idade, com uma massa invasiva localizada no subcutâneo. O gato morreu logo após a cirurgia, sendo realizada a necropsia e coleta de amostras para exame histopatológico. Microscopicamente, a lesão cutânea foi caracterizada por dermatite necroeosinofílica, paniculite e miosite envolvendo imagens de hifas negativamente coradas. Nas seções coradas com GMS, hifas marrom-escuras foram claramente vistas dentro do tecido afetado. As hifas raramente eram septadas e suas paredes eram quase paralelas. A imuno-histoquímica, utilizando um anticorpo policlonal anti-P. insidiosum, mostrou hifas fortemente imunomarcadas nas lesões. A análise baseada em PCR teve resultado positivo para P. insidiosum. A pitiose deve ser considerada no diagnóstico diferencial de desordens teciduais subcutâneas em felinos.

Palavras-chave : Pythium insidiosum; diagnóstico; gato.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )