SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.64 número4Populações de minhocas amostradas usando métodos de coleta em floresta atlântica com Araucaria angustifoliaRiqueza de rizóbios e de outras bactérias de nódulos de leguminosas em floresta de Araucaria angustifolia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Scientia Agricola

versão On-line ISSN 1678-992X

Resumo

MOREIRA, Milene et al. Biodiversidade e distribuição de fungos micorrízicos arbusculares em floresta de Araucaria angustifolia. Sci. agric. (Piracicaba, Braz.) [online]. 2007, vol.64, n.4, pp.393-399. ISSN 1678-992X.  https://doi.org/10.1590/S0103-90162007000400010.

O pinheiro brasileiro, Araucaria angustifolia (Bert.) O. Ktze é uma espécie arbórea ameaçada de extinção, quase exterminada pela exploração descontrolada de madeira. Essa espécie demonstra alta dependência de fungos micorrízicos arbusculares (FMA), de grande importância para a estabilidade do ecossistema e manutenção da biodiversidade. Avaliou-se a colonização radicular, a densidade e a diversidade de esporos de FMA em duas florestas com araucária, distintas no processo sucessional, em duas épocas de amostragem: maio e outubro. As florestas, localizadas no Parque Estadual Turístico do Alto do Ribeira (PETAR), correspondem a 1) Floresta Ombrófila Mista nativa (FN), em estágio clímax, sem sinais de interferência antrópica, e a 2) floresta de araucária plantada em 1987 (R), submetida a pastoreio. Foram avaliados: colonização radicular, número de esporos e riqueza de espécies de FMA e calculados os índices de dominância de Simpson (Is) e de diversidade de Shannon (H). A colonização radicular não diferiu entre as duas comunidades na primeira amostragem (maio). Na segunda amostragem (outubro), houve maior colonização radicular na floresta nativa do que na floresta plantada e a colonização radicular foi mais intensa em comparação com as coletas de maio. No total, foram encontradas 27 espécies de FMA, com maior número de esporos em FN em relação a R. A análise canônica discriminante (ACD) indicou que o índice de diversidade de Shannon foi o atributo ecológico que mais contribuiu para distinguir os dois ecossistemas florestais, com altos valores de H para FN em relação a R. ACD mostrou ser importante ferramenta para o estudo dos atributos ecológicos.

Palavras-chave : Araucaria angustifolia; diversidade; densidade de esporos; colonização radicular; análise multivariada.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons