SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 número5Resposta de isoenzimas antioxidantes ao estresse induzido por níquel em cultura de células em suspensão de fumoSensibilidade ao dessecamento de sementes de cupuaçu (Theobroma grandiflorum (Willd. ex Spreng.) K. Schum. - sterculiaceae índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Scientia Agricola

versão On-line ISSN 1678-992X

Resumo

OVIEDO, Victoria Rossmary Santacruz; GODOY, Amanda Regina  e  CARDOSO, Antonio Ismael Inácio. Comportamento de gerações avançadas de um híbrido de pepino japonês. Sci. agric. (Piracicaba, Braz.) [online]. 2008, vol.65, n.5, pp.553-556. ISSN 1678-992X.  https://doi.org/10.1590/S0103-90162008000500016.

A endogamia reduz o vigor em plantas pela diminuição da proporção de loci heterozigotos. Entretanto, a influência da endogamia é diferente entre as espécies. O objetivo deste trabalho foi avaliar a depressão causada por endogamia em uma população de pepino do tipo japonês. A partir do intercruzamento entre plantas do híbrido Natsu suzumi foi obtida a geração F2, considerada como população S0. Obtiveram-se progênies S1, S2, S3, S4 e S5, através de autofecundações sucessivas pelo método do SSD ('Single Seed Descent'). Foram sete tratamentos (híbrido Natsu suzumi, populações S0 a S5) e o delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com seis repetições e cinco plantas por parcela cultivadas em ambiente protegido de 21/08/2002 à 29/11/2002. Foram avaliados o número de folhas, semanalmente, o número e a massa de frutos, total e comercial, número de nós e porcentagem de nós com brotações laterais. Na comparação entre as populações S0 a S5 não foram observadas diferenças para todas as características avaliadas demonstrando não haver perda de vigor por endogamia nesta população.

Palavras-chave : Cucumis sativus L.; melhoramento; heterose.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons