SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.66 número3Ecuperação de áreas degradadas revegetadas com acácia e eucalipto enfocando a humificação da matéria orgânicaAplicação de lodo de esgoto em solos agrícolas: efeitos na enxurrada e no carreamento de metais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Scientia Agricola

versão On-line ISSN 1678-992X

Resumo

VALLADARES, Gustavo Souza; CAMARGO, Otávio Antônio de; CARVALHO, José Ruy Porto de  e  SILVA, Alessandra Maria Cia. Avaliação de metais pesados em solos de região de vinhedos com o uso da análise dos componentes principais. Sci. agric. (Piracicaba, Braz.) [online]. 2009, vol.66, n.3, pp.361-367. ISSN 1678-992X.  https://doi.org/10.1590/S0103-90162009000300011.

O manejo agrícola com agroquímicos pode levar a contaminação dos solos por metais pesados. O objetivo deste trabalho foi aplicar a Análise dos Componentes Principais e técnicas de geoprocessamento para identificar a origem dos metais pesados Cu, Fe, Mn, Zn, Ni, Pb, Cr e Cd como contaminantes potenciais em solos agrícolas. O estudo foi desenvolvido em uma área cultivada com vinhedos no Estado de São Paulo, Brazil. Amostras de solos foram coletadas e georeferenciadas por GPS sob diferentes usos e coberturas. As concentrações dos metais nos solos foram obtidas pelo método de extração com DTPA. As concentrações de Cu e Zn foram consideradas altas na maioria das amostras pesquisadas, sendo maiores nas áreas cultivadas com vinhedos sob aplicações de fungicidas por décadas. As concentrações de Cu e Zn apresentaram correlação. As técnicas de geoprocessamento e a Análise dos Componentes Principais indicaram enriquecimento do solo com Cu e Zn devido ao uso e manejo dos vinhedos com agroquímicos nas décadas anteriores.

Palavras-chave : ACP; SIG; poluição do solo; cobre; zinco.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons