SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número3ATENÇÃO PSICOSSOCIAL INFANTOJUVENIL: INTERFACES COM A REDE DE SAÚDE PELO SISTEMA DE REFERÊNCIA E CONTRARREFERÊNCIAASPECTOS ÉTICOS E LEGAIS NO CUIDADO DE ENFERMAGEM ÀS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Texto & Contexto - Enfermagem

versão impressa ISSN 0104-0707versão On-line ISSN 1980-265X

Resumo

RESENDE, Ana Paula Gonçalves de Lima  e  BARBIERI, Ana Rita. INTERNAÇÕES POR CONDIÇÕES SENSÍVEIS À ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DECORRENTES DAS DOENÇAS CARDIOVASCULARES. Texto contexto - enferm. [online]. 2017, vol.26, n.3, e6570015.  Epub 17-Ago-2017. ISSN 1980-265X.  http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072017006570015.

Objetivo:

analisar as internações por condições sensíveis à atenção primária decorrentes das doenças cardiovasculares, correlacionando-as com o número de pessoas com hipertensão estimadas e acompanhadas e com a cobertura da Estratégia Saúde da Família nos 78 municípios de Mato Grosso do Sul, no período 2009 a 2012.

Método:

estudo ecológico, com análise estatística a partir da composição de agrupamentos (clusters) que foram formados, considerando as internações por condições cardiovasculares, sensíveis à atenção primária, associadas às internações gerais dos municípios e demais internações por condições sensíveis. Associações também foram estatisticamente realizadas entre a proporção de pessoas com hipertensão acompanhadas e cobertura da Estratégia Saúde da Família.

Resultados:

evidenciou-se associação entre cobertura da Estratégia Saúde da Família e internações decorrentes de doenças cardiovasculares. Embora tenha aumento no registro de pessoas com hipertensão cadastradas e acompanhadas. Não foi observada redução no número de internações e na mortalidade pelas causas analisadas.

Conclusão:

a saúde da família como estratégia de intervenção na atenção primária em geral contribuiu para a redução das internações por doenças cardiovasculares. No entanto, o baixo número de pacientes cadastrados e acompanhados indica problemas nos mecanismos de implantação da estratégia e processos de trabalho.

Palavras-chave : Política de saúde; Níveis de atenção à saúde; Doenças cardiovasculares; Hipertensão; Hospitalização; Atenção primária à saúde.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )