SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29PROTAGONISM OF ADOLESCENTS IN PLANNING ACTIONS TO PREVENT SEXUAL VIOLENCESTRUCTURING OF A PROPOSAL FOR THE NURSING PROCESS THEORETICAL AND METHODOLOGICAL BASIS: PROFESSORS’ MOTIVATIONS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Texto & Contexto - Enfermagem

Print version ISSN 0104-0707On-line version ISSN 1980-265X

Abstract

MOLINA, Nayara Paula Fernandes Martins; TAVARES, Darlene Mara dos Santos; HAAS, Vanderlei Jose  and  RODRIGUES, Leiner Resende. RELIGIOSIDADE, ESPIRITUALIDADE E QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS SEGUNDO A MODELAGEM DE EQUAÇÃO ESTRUTURAL. Texto contexto - enferm. [online]. 2020, vol.29, e20180468.  Epub Feb 17, 2020. ISSN 1980-265X.  https://doi.org/10.1590/1980-265x-tce-2018-0468.

Objetivo:

analisar a relação de preditores sociodemográficos, morbidades, escore do indicativo de depressão, bem como o papel mediador da religiosidade, espiritualidade e crenças pessoais sobre a qualidade de vida.

Método:

estudo transversal realizado, entre março a julho de 2016, com 613 idosos, aplicando-se instrumentos Spirituality, Religiousness and Personal Beliefs of World Health Organization Quality of Life questionnaire, Brief version of World Health Organization Quality of Life questionnaire e World Health Organization Quality of Life Assessment for Older Adults. Na análise de dados, por meio do Statiscal Package for Social Sciences, utilizou-se frequência absolutas e relativas, medidas de tendência central e variabilidade e a modelagem com equações estruturais, envolvendo construtos latentes exógenos e endógenos para evidenciar o papel mediador da religiosidade, espiritualidade e crenças entre o indicativo de depressão e a qualidade de vida (p≤0,005).

Resultados:

prevaleceu o sexo feminino, 60┤70 anos, casados, 4├7 anos de estudo, renda de um salário mínimo, 6,16±3,70 morbidades e média de 3,84±3,01 do indicativo de depressão. O maior escore foi para a faceta conexão com ser ou força espiritual, domínio Relações sociais e faceta Intimidade; já o menor escore foi para a faceta Totalidade e integração, domínio Meio ambiente e faceta Morte e morrer. Houve uma função mediadora da religiosidade, espiritualidade e crenças pessoais, entre o escore do indicativo de depressão e a qualidade de vida.

Conclusão:

faz-se necessário investir na prática da religiosidade, espiritualidade e crenças pessoais, como estratégia na saúde, uma vez que demonstraram impacto na diminuição do indicativo de depressão e aumento significativo da qualidade de vida.

Keywords : Saúde do idoso; Religião; Espiritualidade; Depressão; Qualidade de vida.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )