SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número107Efetividade da expansão universitária pública no Brasil: comparação entre a situação de alunos egressos e evadidosQual é o grau de incerteza do Ideb e por que isso importa? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

versão impressa ISSN 0104-4036versão On-line ISSN 1809-4465

Resumo

GRAFF, Patrícia  e  LOPES, Maura Corcini. As estratégias de governamento identitário na Educação. Ensaio: aval.pol.públ.Educ. [online]. 2020, vol.28, n.107, pp.480-499.  Epub 30-Mar-2020. ISSN 1809-4465.  http://dx.doi.org/10.1590/s0104-40362019002701622.

O texto problematiza as estratégias de governamento identitário operadas na Educação, na Contemporaneidade. No cruzamento entre os estudos de Michel Foucault e as teorizações que filiam-se ao pensamento social contemporâneo, articula o governamento como ferramenta para o exercício analítico produzido sobre seis publicações do Ministério da Educação, que compõem a coleção Educação para Todos. Mostra duas estratégias de governamento identitário delineadas nas políticas educacionais: a produção da tolerância e a inversão do estigma, que assumem, como fim, o esmaecimento das práticas de discriminação. Conclui-se, por fim, que a inversão parcial do estigma inviabiliza a incorporação da tolerância nos relacionamentos entre os indivíduos, fazendo com que essas estratégias não produzam os efeitos esperados.

Palavras-chave : Identidade cultural; Tolerância; Discriminação; Educação.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )