SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.59 issue5Cost-effectiveness of the vaccine against human papillomavirus in the brazilian Amazon regionUrinary incontinence in pregnant women and its relation with socio-demographic variables and quality of life author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230

Abstract

YONEKURA, Cláudia Leiko et al. Impressões de pacientes, médicos e estudantes de medicina quanto a aparência dos médicos. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2013, vol.59, n.5, pp.452-459. ISSN 0104-4230.  https://doi.org/10.1016/j.ramb.2013.04.005.

OBJETIVO: Investigar as impressões causadas em pacientes, estudantes de Medicina e médicos brasileiros por diferentes estilos de vestimenta e aparência adotados pelos médicos. MÉTODOS: Participaram da pesquisa 259 pacientes, 119 estudantes e 99 médicos, respondendo questões relativas a um painel de fotos de médico e médica vestidos nos seguintes estilos: roupa branca, avental branco, avental social, formal, informal, casual e centro cirúrgico. Eles ainda registraram seu grau de desconforto frente uma lista de 20 itens de aparência para profissionais de ambos os sexos. RESULTADO: A maioria das respostas dos voluntários envolveu o uso de roupa branca ou avental branco, e em muitas questões os percentuais de preferência referidos para esses estilos foram muito próximos. Médicos e estudantes preferiram profissionais em traje de centro cirúrgico para consultas de urgência, e o estilo informal para discutir problemas psicológicos com profissional masculino. Os pacientes escolheram mais frequentemente a roupa branca em resposta às questões. No tocante aos profissionais masculinos, os três grupos referiram elevado grau de incômodo para o uso de shorts e bermudas, muitos anéis, piercing facial, sandálias, cabelos de cor extravagante, cabelos compridos e brincos. Para o sexo feminino, níveis elevados de desconforto foram assinalados para shorts, blusas mostrando a barriga, piercing facial, bermudas,muitos anéis, cabelos de cor extravagante e maquiagem carregada. CONCLUSÃO: Pacientes, médicos e estudantes de Medicina brasileiros desenvolvem melhor impressão inicial de médicos que utilizam trajes tradicionalmente associados com a profissão e de aparência mais convencional. O uso da vestimenta inteiramente branca parece ser opção satisfatória no Brasil.

Keywords : Vestuário; Prática profissional; Medicina geral.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License