SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.60 issue6Common mental disorders and associated factors among final-year healthcare studentsDoppler flowmetry of ophthalmic arteries for prediction of pre-eclampsia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230

Abstract

FONTELA, Paula Caitano; WINKELMANN, Eliane Roseli; OTT, Joice Nedel  and  UGGERI, Douglas Prestes. Estimativa da taxa de filtração glomerular em pacientes com diabetes mellitus tipo 2. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2014, vol.60, n.6, pp.531-537. ISSN 0104-4230.  https://doi.org/10.1590/1806-9282.60.06.010.

Objetivo:

estimar a taxa de filtração glomerular por meio das equações Cockcroft e Gault (CG), Modification of Diet in Renal Disease (MDRD), Chronic Kidney Disease Epidemiology Collaboration (CKD-EPI) e da creatinina sérica na triagem da função renal reduzida em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 (DM2), adscritos em estratégia de saúde da família (ESF).

Métodos:

foi realizado um estudo transversal, descritivo e analítico. O protocolo foi constituído de dados sociodemográficos, exame físico e dosagens bioquímicas. A função renal foi analisada pela creatinina sérica e pela taxa de filtração glomerular (TFG) estimada segundo as equações CG, MDRD e CKD-EPI, disponibilizadas nos websites da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) e da National Kidney Foundation (NKF).

Resultados:

foram avaliados 146 pacientes com média de idade de 60,9±8,9 anos; 64,4% eram mulheres. A prevalência de creatinina sérica >1,2 mg/dL foi de 18,5%, e a TFG < 60 mL/min/1,73 m2 foi de 25,3%, 36,3% e 34,2% quando avaliadas pelas equações CG, MDRD e CKD-EPI, respectivamente. Os pacientes diabéticos com função renal reduzida eram idosos, apresentavam maior tempo de diagnóstico de DM2, pressão arterial sistólica mais elevada e níveis superiores de glicemia de jejum, quando comparados a diabéticos com função renal normal. A creatinina apresentou correlação negativa e forte com a taxa de filtração glomerular estimada pelas equações CG, MDRD e CKD-EPI (-0,64; -0,87; -0,89, respectivamente).

Conclusão:

a prevalência de indivíduos com função renal reduzida a partir dos valores de creatinina sérica foi inferior, reforçando a necessidade de seguir as recomendações da SBN e do National Kidney Disease Education Program (NKDEP) em estimar o valor do ritmo de filtração glomerular como complemento ao resultado da creatinina sérica para melhor avaliar a função renal dos pacientes.

Keywords : diabetes mellitus tipo 2; testes de função renal; falência renal crônica; saúde pública.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )