SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.61 issue4The importance of breast elastography added to the BI-RADS® (5th edition) lexicon classificationAdjuvant radiotherapy versus observation alone, after radical prostatectomy in high risk prostate cancer author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230On-line version ISSN 1806-9282

Abstract

CARPEGGIANI, Clara; MACERATA, Alberto  and  MORALES, Maria Aurora. Registros médicos eletrônicos em cardiologia: uma experiência italiana em 10 anos. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2015, vol.61, n.4, pp.317-323. ISSN 1806-9282.  https://doi.org/10.1590/1806-9282.61.04.317.

Objetivos:

o objetivo deste estudo foi relatar uma experiência de 10 anos de utilização de registro médico eletrônico (EMR). Estima-se que 80% das transações na saúde ainda são feitas em papel.

Métodos:

um sistema de EMR foi implementado ao final de 1998, em um centro italiano de cuidados terciários, com o objetivo de alcançar uma total integração entre diferentes recursos humanos e instrumentais, eliminando registros médicos em papel. Médicos e enfermeiros que utilizaram o sistema EMR relataram suas opiniões. Foi analisada a atividade hospitalar amparada eletronicamente relacionada a 4.911 pacientes adultos hospitalizados, no período de 2004 a 2008.

Resultados:

o produto final do EMR integra documentos com recursos de multimídia (texto, imagens, sinais). O EMR apresentou predominantemente vantagens e foi bem adotado pelos profissinais. A avaliação de adequação também foi possível em alguns procedimentos. Algumas desvantagens foram encontradas, como os custos de instalação, longo período de aprendizado para uso, pouca ou nenhuma padronização entre os sistemas EMR. Conclusões: o EMR é um objetivo estratégico para a integração do sistema de clínica e para permitir uma melhor qualidade de cuidados de saúde. As vantagens do EMR superam as desvantagens, produzindo um retorno positivo desse investimento para a instituição de saúde.

Conclusões:

o EMR é um objetivo estratégico para a integração do sistema de clínica e para permitir uma melhor qualidade de cuidados de saúde. As vantagens do EMR superam as desvantagens, produzindo um retorno positivo desse investimento para a instituição de saúde.

Keywords : registros eletrônicos de saúde; serviço hospitalar de cardiologia.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )