SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 número5Motivations for smoking in hospitalized patients índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista da Associação Médica Brasileira

versão impressa ISSN 0104-4230versão On-line ISSN 1806-9282

Resumo

COSTA, Maíra Marinho Freire et al. Emergency cerclage: gestational and neonatal outcomes. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2019, vol.65, n.5, pp.598-602.  Epub 03-Jun-2019. ISSN 1806-9282.  https://doi.org/10.1590/1806-9282.65.5.598.

OBJETIVO:

Os resultados gestacionais e neonatais de mulheres com cervicodilatação precoce submetidas à cerclagem de emergência foram avaliados e comparados com mulheres tratadas com manejo expectante com repouso no leito.

MÉTODOS:

Análise retrospectiva de gestantes admitidas entre 2001 e 2017 com diagnóstico de cervicodilatação precoce e/ou membranas protrusas. Foram incluídas pacientes com gestação única de feto sem malformações, entre 16 semanas e 25 semanas e 6 dias, com dilatação cervical de 1 a 3 cm; as pacientes que tiveram parto ou aborto dentro de 2 dias após admissão foram excluídas.

RESULTADOS:

O estudo envolveu 30 pacientes: 19 no grupo cerclagem e 11 no grupo repouso. Houve diferença significativa, com o grupo cerclagem apresentando melhores resultados em relação à idade gestacional no parto (28,7 vs. 23,3 semanas; p=0,031) e à latência entre a admissão hospitalar e o parto (48,6 vs. 16 dias; p=0,016). A taxa de mortalidade fetal foi menor no grupo cerclagem (5,3% vs. 54,5%, p=0,004). Considerando a idade gestacional no nascimento dos recém-nascidos vivos, não houve diferença entre os grupos cerclagem e expectante (29,13 vs. 27,4 semanas; p=0,857).

CONCLUSÕES:

A cerclagem de emergência foi associada a maior período de latência com impacto significativo na idade gestacional do parto e à redução da taxa de mortalidade fetal.

Palavras-chave : Cerclagem cervical; Emergências; Gravidez de alto risco; Nascimento prematuro; Incompetência do colo do útero.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )