SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 issue11Cardiac and extra-cardiac pathologies in patients with acute arterial occlusion author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230On-line version ISSN 1806-9282

Abstract

CALCIDES, Dâmaris Alejandra Paula; DIDOU, Rayssa da Nóbrega; MELO, Enaldo Vieira de  and  OLIVA-COSTA, Edméa Fontes de. Burnout Syndrome in medical internship students and its prevention with Balint Group. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2019, vol.65, n.11, pp.1362-1367.  Epub Dec 02, 2019. ISSN 1806-9282.  https://doi.org/10.1590/1806-9282.65.11.1362.

OBJETIVO:

Estimar a prevalência de Síndrome de Burnout (SB) e fatores associados entre os internos de medicina de uma universidade pública no Nordeste do Brasil, além de investigar a contribuição do Grupo Balint (GB) na sua prevenção.

MÉTODOS:

Estudo transversal em fevereiro/2018 com os internos de medicina da universidade pesquisada. Aplicou-se um questionário estruturado elaborado pelos autores sobre características sociodemográficas, processo educacional com participação do GB e vivências psicoemocionais atuais, além do Maslach Burnout Inventory – Student Survey (MBI-SS) para triagem de SB. Realizaram-se análise descritiva, regressão logística e análise de agrupamentos.

RESULTADOS:

Participaram 184 estudantes (98%), com idade média de 25,9±3,9 anos, sendo 54,9% do sexo masculino. A prevalência de SB foi 10,3% pelo critério tridimensional e 35,9% pelo bidimensional (Exaustão e Descrença), sendo maior naqueles que pensaram em abandonar o curso (OR=2,14), estavam insatisfeitos com as estratégias de ensino (OR=2,67) e com seu desempenho acadêmico (OR=2,64) e faziam uso de drogas lícitas (OR=2,37). As variáveis associadas à SB permitiram discriminar os indivíduos classificando-os em três subgrupos. A prevalência de SB diminuiu e fatores de vulnerabilidade foram atenuados quando houve maior frequência de estudantes participantes do GB.

CONCLUSÕES:

A prevalência de SB pelo critério bidimensional foi alta, com fatores associados ao processo educacional. A participação no GB foi associada à menor prevalência de SB. Estudos longitudinais devem ser realizados.

Keywords : Estudantes de medicina; Esgotamento psicológico; Saúde mental; Educação médica.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )