SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.3 número1Solução exacta de problemas de corte unidimensional usando o método de partição e avaliação sucessivas e geração diferida de colunas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Gestão & Produção

versão impressa ISSN 0104-530X

Resumo

GUIMARAES, Tor  e  BOND, Wendi. Avaliando empiricamente o impacto da reengenharia de processos empresariais nas firmas de manufatura. Gest. Prod. [online]. 1996, vol.3, n.1, pp.8-32. ISSN 0104-530X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-530X1996000100001.

Embora o conceito de Reegenharia de Processos Empresariais (BPR) possua um forte apelo conceitual, na prática existem muitos casos que redundaram em fracasso. Este trabalho pretende identificar e medir exaustivamente: a importância dos fatores que pensamos que são importantes para que a implantação nas organizações dos projetos de BPR tenha êxito; a extensão dos problemas e benefícios que têm sido encontrados; em que extensão os objetivos estabelecidos da BPR têm sido incluídos nos planos dos projetos e são realmente atingidos; e o impacto dos projetos de BPR sobre os processos específicos dos negócios e sobre a organização como um todo. Várias hipóteses básicas com respeito ao processo de implantação de BPR foram testados. Por fim, baseadas nos resultados, recomendações são feitas para que os gerentes enfatizem a atenção e a alocação dos recursos nos fatores importantes para o sucesso, e procedam de uma maneira que minimize o risco de falha. Em geral, as organizações não estão dando ênfase a algumas das atividades e tarefas mais importantes recomendadas na literatura a respeito de BPR, tais como, mudanças para processos de negócios relacionados com os clientes/mercado, o elemento valor adicionado de cada atividade da empresa, e outros. Na média, os problemas mais comumente encontrados na implantação de BPR parecem ser muito difíceis de serem abordados na prática: erros são cometidos devido à pressão para se obter resultados rápidos, dificuldades de implantação devido a barreiras de comunicação entre sub-unidades da companhia, o tamanho inesperado do esforço de BPR requerido, sua ruptura para com as operações da empresa, e outros. Baseado nas conclusões tiradas como um todo, convém aos altos executivos engajar-se em projetos de BPR apenas como um experimento controlado para reposicionar estrategicamente a organização.

Palavras-chave : reengenharia; processos empresariais; empresas de manufatura.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons